REFLEXÃO: Compaixão Senhor!!!

10:41 5 Comments A+ a-

Compadece-te de mim, ó Deus, compadece-te de mim, pois me refugio em Ti, eu me refugiarei à sombra de tuas asas, até que passem as calamidades e clamarei ao Deus Altíssimo, ao Deus que por mim tudo executa, Ele enviará seu auxílio do céu e me salvará... enviará sua misericórdia e sua verdade. Ele fez memoráveis as suas maravilhas, benigno e misericordioso é o Senhor.. Do pó levanta o pobre, e da miséria ergue o necessitado... a sua misericórdia dura para sempre, e de geração em geração a sua fidelidade!!!
SALMOS: 57:1 AO3/111:4/113:7/100:5

Frases de efeito são comuns em todos os segmentos da nossa sociedade... não poderia ser diferente em nosso meio...E uma das frases de efeito mais usadas em nosso meio diante de situações de caos, de terror e do domínio do poder mal é: Misericórdia!!!
Creio que não existe um crente sequer, que ainda não tenha feito uso pelo menos uma vez desta expressão e isto desde os tempos mais antigos.

NO SALMOS 25:6 O SALMISTA FAZ ROGOS AO SENHOR DIZENDO: Senhor lembra-te da tua compaixão e da tua bondade, pois são eternas.

E NO VERSÍCULO 7 P/B ELE DIZ: Senhor lembra-te de mim, segundo a tua misericórdia, por causa da tua bondade.


NO VERSÍCULO 16 AO 18 DESTE MESMO SALMOS DIZ MAIS: Olha para mim e tem misericórdia de mim, pois estou desamparado e aflito.Alivia as tribulações do meu coração; livra-me das minhas angustias. Atenta para minha dor e aflição...

MISERICÓRDIA: compaixão suscitada por causa da miséria ou dor alheia.

QUANDO PRONUNCIAMOS ESTA PALAVRA EM ORAÇÃO ESTAMOS PEDINDO AO SENHOR: que tenha dó, que tenha piedade ou pena da situação que nos sobreveio a qual julgamos elevada demais... pesada demais... complicada demais ou insolúvel para nós.

UM EXEMPLO TÍPICO QUE ILUSTRA MUITO BEM O QUE ACABEI DE AFIRMAR É A ATITUDE TOMADA PELO CEGO BARTIMEU EM MARCOS 10:
46/ Jesus e os discípulos chegaram à cidade de Jericó. Quando ele estava saindo da cidade, com os discípulos e uma grande multidão, encontrou um cego chamado Bartimeu, filho de Timeu. O cego estava sentado na beira do caminho, pedindo esmola.
47/ ouvindo que era Jesus,o Nazareno, pôs-se a clamar: Jesus Filho de Davi tem compaixão de mim!

O MESMO TEXTO NA LINGUAGEM DE HOJE diz:
47 / Quando ouviu alguém dizer que era Jesus de Nazaré que estava passando, o cego começou a gritar: Jesus, Filho de Davi, tenha pena de mim!
48/ Muitas pessoas o repreenderam e mandaram que ele calasse a boca, mas ele gritava ainda mais: Filho de Davi, tenha pena de mim!

49/ Então Jesus parou e disse: Chamem o cego. Eles chamaram e lhe disseram: Coragem! Levante-se porque ele está chamando você!50/ Então Bartimeu jogou a sua capa para um lado, levantou-se depressa e foi até o lugar onde Jesus estava.51/ O que é que você quer que eu faça? perguntou Jesus. Mestre, eu quero ver de novo! respondeu ele.
NO LIVRO DE LAMENTAÇÕES CAPITULO 3 JEREMIAS AFIRMA:
22/ As misericórdias do SENHOR são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim;
23/ renovam-se cada manhã.

BARTIMEU NÃO FOI O ÚNICO A NÃO SER CONSUMIDO POR CAUSA DA MISERICÓRDIA DO SENHOR:

EM ISAIAS 38:1 E 2 ELE MANDA O PROFETA ANUNCIAR A EZEQUIAS QUE ELE SERIA CONSUMIDO SUA ENFERMIDADE, DEVERIA PORTANTO COLOCAR SUA CASA EM ORDEM PORQUE IRIA MORRER.
A PALAVRA AFIRMA QUE AO RECEBER ESSE ULTIMATO: Ezequias virou o rosto para a parede, e orou ao Senhor...
DIZENDO: Ó Senhor, peço-te que te lembres de como tenho andado diante de Ti, com coração sincero, fazendo o que é correto aos teus olhos...
E EM SEGUIDA: chorou muito.


AO VER A HUMILHAÇÃO DE EZEQUIAS E O ROGO QUE FEZ EM MEIO A MUITAS LÁGRIMAS, ELE MANDOU O PROFETA LHE DIZER: Ouvi a tua oração e vi as tuas lágrimas, acrescentarei, pois, aos teus dias 15 anos. 38:5.
EM SEU CANTO DE VITÓRIA EZEQUIAS AFIRMOU: Clamei por socorro até o amanhecer... eu gritava como a andorinha... e gemia como a pomba... os meus olhos se cansavam de olhar para cima. 38:13 e 14.
AO OLHAR PARA CIMA SEU CLAMOR ERA: ó Senhor ando oprimido responde tu por mim.38:14p/b.
E SUA CONFISSÃO VITORIOSA FOI: Que direi? Assim como me prometeu assim me fez, passarei tranquilamente por todos os meus anos depois desta amargura da minha alma.
AGRADECIDO E CHEIO DE TEMOR ADMITIU: Passei por grande sofrimento para o meu próprio bem, Mas, por amor a minha vida, Tu a livraste da cova da corrupção, porque lançaste todos os meus pecados para trás de Ti. 38:17
SEU RECONHECIMENTO MAIOR FOI: O Senhor salvou-me. 38:p/a.

NESTA REFLEXÃO TEMOS COMO PERSONAGENS PRINCIPAIS DUAS PESSOAS TÃO INCOMUNS:
BARTIMEU: Era mendigo.
EZEQUIAS: Rei.

BARTIMEU: Um homem miserável.
EZEQUIAS: Um homem nobre.
BARTIMEU: Esmolava sentado no chão à beira do caminho.
EZEQUIAS: Reinava no palácio soberano sobre o trono

BARTIMEU: Como todo mendigo tinha como vestes trapos.
EZEQUIAS: Finos trajes.
BARTIMEU: tinha sobre sua cabeça uma velha capa.
EZEQUIAS: Uma coroa.

BARTIMEU: tinha em seu poder mãos vazias.
EZEQUIAS: um cetro de poder.
BARTIMEU: Não tinha ninguém em seu favor.
EZEQUIAS: Era servido por uma nação.


PERGUNTO:
.Por que o Espírito do Senhor me levou a destacar na mesma reflexão dois homens de perfis tão diferentes?
.Por que o Senhor levou-me a fazer esse paralelo entre um rei e um mendigo?
.O que eles tinham em comum para que o Espírito de Deus os unisse debaixo do mesmo tema?

1º/ SEMELHANÇA: Ezequias e Bartimeu eram humanos, e como todo homem, foram tomados por situações que foram além de suas possibilidades.

2º/SEMELHANÇA: Bartimeu estava á beira do caminho dominado por uma doença incurável e Ezequias em seu confortável quarto sobre sua cama real dominado por uma chaga mortal.

3º/SEMELHANÇA: Ambos foram vítimas de situações insolúveis,
portanto, precisavam igualmente da misericórdia do Senhor.

4º/ SEMELHANÇA: Tanto Bartimeu quanto Ezequias tiveram confiança nas promessas... se revestiram com a mesma humildade... apresentaram-se ao Senhor com rogos... pedindo que tivesse piedade... pena de suas situações.

5º/ SEMELHANÇA: Os dois apelaram para a misericórdia do Senhor com rogos persistentes e foram contemplados pelo Senhor favoravelmente.

CONCLUO ESTA REFLEXÃO AFIRMANDO:
1º/ Assim como Bartimeu e Ezequias, todos nós sem exceção, temos inserida em nossa constituição e natureza uma limitação que nos torna vulneráveis diante de situações que tenham o poder de irem além de nossas possibilidades humanas.

2º/ E, seja por muito ou por pouco todos os dias somos dominados por situações que fogem ao nosso poder, comando ou controle. Todos os dias de forma suave ou severa nos vemos dominados por situações que não podemos resolver.

3º/ Precisamos, portanto, reservar com todo respeito e cuidado a expressão: MISERICÓRDIA... para quando for realmente necessário.

CERTOS DE QUE: se clamarmos assim como Bartimeu e Ezequias clamaram o Senhor terá dó da nossa situação, assim como sentiu piedade da situação em que estes dois homens se encontraram.

NO SALMOS 147:11 A PALAVRA AFIRMA: Agrada-se o Senhor dos que o temem, dos que esperam por sua misericórdia

ESTA É A PROMESSA QUE TEMOS: Pois quanto o céu se alteia acima da terra, assim é grande a misericórdia do Senhor para com os que o temem.

E JAMAIS NOS ESQUEÇAMOS QUE:
É Ele quem perdoa todas as nossas iniquidades, quem sara todas as nossas enfermidades, quem resgata da cova a nossa vida, quem nos coroa de amor e misericórdia, é quem nos supre de todo bem... e executa justiça e defende todos os oprimidos. SALMOS 103: 3 AO 5.

A Sua MISERICÓRDIA é de eternidade a eternidade sobre os que o temem, e a sua justiça sobre os filhos dos filhos para com os que guardam a sua aliança e para com os que se lembram dos seus preceitos e os cumpre. Salmos 103:17 e 18
MEU CONSELHO MAIOR É: Quem é sábio atente para essas coisas e considere as misericórdias do Senhor.Sl 107:43.
AMÉM?

SOU UMA SERVA DE DEUS:QUE PELO FATO DE TER UMA ROTINA DE VIDA ESTÁVEL PRINCIPALMENTE EM MEUS RELACIONAMENTOS:

CONSTATEI QUE: Familiares independentes, arrogantes e insensa­veis, 20 anos depois se tornam dependentes, humildes e amorosos.

CONSTATEI QUE: Irmãos em Cristo altivos e cheios de si, 20 anos depois, caem em pecado, e sem honra ficam sozinhos, precisando da compaixão daqueles a quem desprezou.

CONSTATEI QUE: Aqueles adultos que hoje zombam de nós e não querem ouvir o evangelho, 20 anos depois, são adultos velhos, decadentes, doentes, que vivem geralmente no abandono e que se pudessem, dariam tudo, para estar conosco e assim, poder nos ouvirem, serem consolados e fortalecidos pela palavra que outrora rejeitaram.

CONSTATEI QUE: Pessoas que não conhecemos, sem se quer imaginarmos, estão agora nos observando e um dia, 20 anos depois, darão testemunho de nossas vidas nos altares do Senhor.

ENFIM, CONSTATATEI ACIMA DE TUDO QUE: Quando somos estáveis em nossa rotina de vida mantendo-nos fiéis a Deus e à  sua palavra, 20 anos depois, temos a oportunidade de ver que Deus realmente faz além daquilo que somos capazes de imaginar