REFLEXÃO: Troca de experiência!

20:47 2 Comments A+ a-









INTRODUÇÃO: No livro “O Mestre da Sensibilidade” Augusto Cury afirma: Nas sociedades modernas, as pessoas amam o individualismo e se preocupam pouco com o bem estar dos outros; a troca de experiência de vida tornou-se uma mercadoria escassa. Falam cada vez mais do mundo exterior e cada vez menos de si mesmos. E acrescenta infelizmente, as pessoas só conseguem falar de si mesmas quando vão a um psiquiatra ou psicoterapeuta.

COMO EDUCADORA RELIGIOSA CONCORDO PLENAMENTE COM AS VERDADES ACIMA CITADAS E ACRESCENTO: Ouvir o testemunho daqueles que tem sido tocados, confrontados, movidos, usados e transformados por Deus, tem sido um dos mais eficazes meio de alcançar o coração das pessoas que precisam desfrutar destas e de muitas outras bênçãos semelhantes.

JESUS TAMBÉM CONCORDARIA COM ESTE ESCRITOR, POIS EM ATOS 1:8 AFIRMOU E ORDENOU: Recebereis poder ao descer sobre vós o Espírito Santo e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria e até os confins da terra.

PERGUNTO:

.Você tem obedecido a esta ordem deixada pelo nosso Senhor?
.Qual foi a ultima vez que você deu testemunho das maravilhas que o Senhor já fez e está fazendo em tua vida?

.Você testificou para quem? Para um irmão (ã) familiar descrente? Visinho? Colega de trabalho? ...

O SENHOR EM SUA PALAVRA AFIRMA: Aquele que se isola insurge-se contra a verdadeira sabedoria.

DESAFIO IMEDIATO:

1º_Para exercitarmos a prática da ordem deixada pelo mestre dos mestres em atos 1:8;

2º_ E quebrarmos o isolamento social, e sermos abençoadores e grandemente abençoados com esta experiência urgente e intransferível:

PROCEDIMENTO: Ore agora mesmo confessando ao Senhor, que está se disponibilizando para dar testemunho do projeto eterno que Ele escreveu nas tabuas do teu coração.

A PALAVRA EM II CORÍNTIOS CAPÍTULO 3 AFIRMA:

2/ Vós sois a nossa carta, escrita em nosso coração, conhecida e lida por todos os homens,
3/ Estando já manifestos como carta de Cristo, produzida pelo nosso ministério, escrita não com tinta, mas pelo Espírito do Deus vivente, não em tábuas de pedra, mas em tábuas de carne, isto é, nos corações.
4/ E é por intermédio de Cristo que temos tal confiança em Deus;
5/ Não que, por nós mesmos, sejamos capazes de pensar alguma coisa, como se partisse de nós; pelo contrário, a nossa suficiência vem de Deus,
6/ O qual nos habilitou para sermos ministros de uma nova aliança, não da letra, mas do espírito; porque a letra mata, mas o espírito vivifica.
7/ E, se o ministério da morte, gravado com letras em pedras, se revestiu de glória, a ponto de os filhos de Israel não poderem fitar a face de Moisés, por causa da glória do seu rosto, ainda que desvanecente,
8/ Como não será de maior glória o ministério do Espírito!
9/Porque, se o ministério da condenação foi glória, em muito maior proporção será glorioso o ministério da justiça.
10/ Porquanto, na verdade, o que, outrora, foi glorificado, neste respeito, já não resplandece, diante da atual sobreexcelente glória.
11/ Porque, se o que se desvanecia teve sua glória, muito mais glória tem o que é permanente.
12/ Tendo, pois, tal esperança, servimo-nos de muita ousadia no falar.
13/ E não somos como Moisés, que punha véu sobre a face, para que os filhos de Israel não atentassem na terminação do que se desvanecia.
14/ Mas os sentidos deles se embotaram. Pois até ao dia de hoje, quando fazem a leitura da antiga aliança, o mesmo véu permanece, não lhes sendo revelado que, em Cristo, é removido.
15/ Mas até hoje, quando é lido Moisés, o véu está posto sobre o coração deles.
16/ Quando, porém, algum deles se converte ao Senhor, o véu lhe é retirado.
17/ Ora, o Senhor é o Espírito; e, onde está o Espírito do Senhor, aí há liberdade. 18/ E todos nós, com o rosto desvendado, contemplando, como por espelho, a glória do Senhor, somos transformados, de glória em glória, na sua própria imagem, como pelo Senhor, o Espírito.


OBSERVAÇÃO IMPORTANTE: Digite no espaço próprio para comentários, algo que marcou e abençoou a tua vida, através do último testemunho que destes, para que eu e os demais seguidores deste blog também sejam abençoados.

Amém?

SOU UMA SERVA DE DEUS:QUE PELO FATO DE TER UMA ROTINA DE VIDA ESTÁVEL PRINCIPALMENTE EM MEUS RELACIONAMENTOS:

CONSTATEI QUE: Familiares independentes, arrogantes e insensa­veis, 20 anos depois se tornam dependentes, humildes e amorosos.

CONSTATEI QUE: Irmãos em Cristo altivos e cheios de si, 20 anos depois, caem em pecado, e sem honra ficam sozinhos, precisando da compaixão daqueles a quem desprezou.

CONSTATEI QUE: Aqueles adultos que hoje zombam de nós e não querem ouvir o evangelho, 20 anos depois, são adultos velhos, decadentes, doentes, que vivem geralmente no abandono e que se pudessem, dariam tudo, para estar conosco e assim, poder nos ouvirem, serem consolados e fortalecidos pela palavra que outrora rejeitaram.

CONSTATEI QUE: Pessoas que não conhecemos, sem se quer imaginarmos, estão agora nos observando e um dia, 20 anos depois, darão testemunho de nossas vidas nos altares do Senhor.

ENFIM, CONSTATATEI ACIMA DE TUDO QUE: Quando somos estáveis em nossa rotina de vida mantendo-nos fiéis a Deus e à  sua palavra, 20 anos depois, temos a oportunidade de ver que Deus realmente faz além daquilo que somos capazes de imaginar